Há mais de 15 anos, a Associação Zagaia Amazônia trabalha na área da Economia Criativa tendo como base os  ODS e a Agenda 2030 com o intuito de cumprir  metas desafiadoras na Amazônia: a erradicação da pobreza, a promoção do desenvolvimento econômico, a redução da desigualdade, o direito ao trabalho decente e a luta pela desigualdade de gênero. 

E desde sua origem, seus olhares sempre estiveram voltados ao respeito às comunidades ribeirinhas e aos povos indígenas que habitam a região há muitas gerações. 

Rozana Trilha - Associação Zagaia Amazônia.

Rozana Trilha – Associação Zagaia Amazônia.

Diretora-presidente da Zagaia, Rozana Trilha conta que o principal ponto de partida para os trabalhos entre a equipe e as comunidades é o diálogo. “Procuramos integrá-los de todas as maneiras em nossos projetos, para que o resultado final faça sentido à visão, necessidades e vida deles. Portanto, buscamos iniciativas que, para além da facilitação na questão de mercado, possam fazer um resgate ancestral das comunidades.”

A Associação trabalha atualmente com os setores da cultura, inovação, design, gastronomia e turismo, tanto por meio de projetos advindos de editais, como a partir de projetos em parceria com outras empresas. A Zagaia atualmente conta com a parceria de diferentes áreas, incluindo grandes empresas brasileiras, fundações e  a própria Economia de Comunhão.

Um dos projetos de grande orgulho da Zagaia foi realizado em 2018, com apoio da Brazil Foundation, dentro da Associação de Mulheres Indígenas do Alto Rio Novo (AMARN), como forma de incentivar uma prática cultural que estava pouco a pouco se perdendo: o tear manual.

“Este é um saber ancestral que poucas pessoas ainda carregam. E como forma de revitalizar esta memória, convidamos três mulheres que sabem o tear manual, entre elas a diretora da AMARN, Dona Deolinda, que junto com uma design, desenvolveram produtos artesanais. Este trabalho gerou outros dois, um na área do grafismo e outro de trançado com arumã.“

Além deste, outros projetos e ações humanitárias já foram desenvolvidos dentro das comunidades, entre elas algumas ao lado da edc. 

Parcerias com edc

O contato com a Economia de Comunhão deu seu primeiro passo com Ricardo Tavares, Diretor de Pesquisa e Inovação da Zagaia e Consultor de Novos Negócios da edc. Faz pouco mais de três anos que as conexões se intensificaram e a Associação Zagaia Amazônia foi uma das grandes apoiadoras do projeto Ancestralidade Negra e Florescimento do Empreendedorismo. 

O projeto tem como objetivo valorizar as raízes originárias das comunidades negras, indígenas, ribeirinhas e demais comunidades tradicionais, por meio da valorização e da potencialização de lideranças e empreendedores/as locais. 

Conheça mais sobre o projeto desenhado em conjunto com membros das comunidades.